sábado, 25 de janeiro de 2014

Até que o mundo em duas rodas pode ser interessante!

Eu nunca fui apaixonada por moto. Aliás nem por carro. Gosto de conforto, porta-malas gigante e cheirinho de couro pelo estofamento - ah, e que tenha capacidade para levar todo mundo que quero, junto comigo. Assim sendo, veículos de duas rodas não atendem todas as minhas expectativas no que diz respeito à deslocamento com veículos motores.

Aqui em casa, marido sempre foi motoapaixonado. Eu só liberei que ele comprasse uma moto quando tivéssemos dois filhos - vai que isso demorasse e ele mudasse de ideia. Nada feito, tivemos os dois filhotes e ele me derrotou qualquer argumentação opositiva. Assim, há sete anos o cara se divide entre duas e quatro rodas. Mas eu só comecei a gostar de dar voltinhas bem mais tarde, quando ele passou a ter motos potentes e ao meu gosto, bonitas. Antes disso também não tínhamos como deixar as crianças para sairmos só o casal.

O tempo passou, ele foi cada vez mais aprimorando os conhecimentos sobre o assunto (ele tem um blog sobre esta paixão dele, veja aqui). Me integrando deste universo dele (eu não vejo a mesma graça que ele, preferia mil vezes estar falando sobre esmaltes/roupas/moda do que ver motinhos, mas vá!), ganhei acessórios que para acompanhá-lo, exigi que fossem rosa -(bem cor de Barbie/Penélope/Hello Kitty ou qualquer coisa que as valha). E lá vai ele revirar mercados e internet atrás de equipamentos e vestuários que atendam meu gosto mulherzinha!

Bem, mas o que eu queria contar é que fui acompanhar o marido em um salão Bike Show, que acontece anualmente aqui no Rio de Janeiro. Em São Paulo também tem algo maior e no mesmo estilo, mas lá realmente fica difícil estarmos os dois juntos. Vou contar que fui mais pela possibilidade de fotografar coisas para ele - registrar imagens que ele quisesse, que achasse interessante e tal, mas que só o faria pela câmera do celular. Ou seja, era melhor eu fizesse as fotos, mesmo que com a minha compacta, tudo seria diferente...

Então, foram quase cem fotos que fiz. Mas deste total, são poucas as que trazem imagens do que eu curto. Meu olhar para uma feira deste porte é puramente emocional - acho moto bacana: clico. Gosto de algum detalhe bonito: fotografo! E dentro da ótica masculina, realmente não tenho a menor noção sobre o que é realmente fascinante nas motocas. Entendam que eu até sei onde é a mão da embreagem, do acelerador e os freios. Consigo andar em linha reta e curvas abertas e sei passar até 5a marcha - mas não concluí os treinos para a inclusão de categoria na habilitação...

Vou apresentar o que vi!

 Isso bem parecia um Hot Wheels gigante, que até meus guris tiveram algo parecido aqui de brinquedo...

Já este carro é para uma pessoa, tipo uma moto de quatro rodas, se é que isso é possível...



Esta moto eu achei maravilhosa, aqui nesta caso entrou meu coração com toda a estética...

 Uma moto roxa, apesar de gótica, numa cor linda!



Esta aqui chamou minha atenção porque parecia uma moto antiga, em plenos dias atuais...



Vi capacetes lindos e caros, muito coloridos. Mas sempre em tons que atendem aos gostos masculinos...Poucos estandes trouxeram capacetes femininos ou com desenhos mais ao agrado das mulheres.

 Aqui eu achei bacana o colorido, as formas, o conjunto. Sei que a moto é xodó de muito motociclista, mas para mim o enfoque é outro!

 Para não dizer que não há rosa neste contexto...

No quesito vestuário, há t-shirts interessantes para adultos e crianças. Preço variável entre os estandes, tem que pesquisar se quiser adquirir qualquer coisa como em qualquer feira. Comprei camisetas para meus meninos por trinta reais, que em algumas banquinhas saíam a cinquenta - a mesma peça. É um bom lugar para se comprar casacos e artigos de couro - mesmo para quem não vai andar de moto, bons preços e feitios muito bonitos.

O público presente era em sua grande maioria, masculino. Haviam poucas mulheres e as que lá estavam, ou eram vendedoras/demonstradoras, ou acompanhando namorado/marido, etc. Como em todo o lugar onde o cliente é potencialmente homem, há meninas com roupas curtas, justas, transparentes, etc. Um bom motivo para os nossos meninos terem a nossa companhia, tipo nem que seja para aprendermos sobre o vermelho Ducati ou o verde Kawasaki, não é?

Brincadeiras à parte, há muitas mulheres motociclistas nas ruas. Vejo poucas opções do cores para o que as mulheres gostam. Eu bem queria uma capa de chuva com lilás, ou rosa - porque aquelas todas pretas ou vermelhas, credo, são terríveis - melhor nem sair de casa de moto com chuva! Este mercado ainda precisa rever estes conceitos, pois moto não é assunto só para homens! Eu não tenho a menor intenção de vir a ser motoapaixonada, mas saber pilotar e poder fazer isso contemplando as minhas vaidades, com certeza já é  meio passo para quem sabe, um pouco mais de carinho com as meninas de duas rodas!


Salão Bike Show - Riocentro, Rio de Janeiro - de 23 a 26 de janeiro de 2014.
Estacionamento gratuito para motos.
Ingresso individual - R$ 25,00










Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Kath, tive uma motinho quando era adolescente, amava, era tipo um bicicleta elétrica. Hoje, morro de medo de moto, carro, tudo me apavora, porqueo trânsito anda péssimo, mas te confesso que acho lindas. Adorei a roxa! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fer, te imagino estilosérrima ganhando as ruas daquele Porto! Eu não pilotei na adolescência pra aprender pós-maternidade, pode isso? E neste Salão tinha moto pra todas as categorias, potentes, estilosas, feias, bonitas, coloridas, muitas opções! Mesmo a gente não sendo motoapaixonada, vale a pena a visita. Muito legal mesmo! bjks!!!

      Excluir
  2. Oi Kathleen, quando eu era criança o meu pai tinha um moto e fazia fila dos meus amigos para ele levar para dar um volta. Cresci tendo moto em casa. Quando adolescente eu tive a minha push. Mas hoje em dia não tenho muito interesse nem em moto, nem em carro. Sou como você: quero conforto.
    Adorei as fotos.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir

Pode escrever seu recadinho! Adoro visitas em meus posts!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo